De fezes real para fezes multiuso

A loucura das fezes

Neste Artigo:

De bancos de bar a banquetas de Tam Tam, o assento n√£o apoiado continua a rolar dentro de casa. Normal, √© discreto, pr√°tico, √© declinado em todos os estilos e em todos os materiais. Al√©m disso, mesmo na √©poca do Rei Sol, o banquinho j√° estava classificado... mas n√£o exatamente pelas mesmas raz√Ķes! Vamos dar um balan√ßo da evolu√ß√£o deste carro-chefe de ontem para hoje.

O banco, símbolo de privilégio

Na época de Luís XIV, as fezes não são assentos de espécie alguma. Com as suas pernas de madeira bem torneadas e assento acolchoado coberto com um tecido bonito, simboliza acima de tudo o privilégio que alguns nobres têm de se sentar na presença da família real. O prestígio irrefutável associado ao banco no pátio desaparece com o tempo. Alguns séculos depois, é o tamanho pequeno que desperta a atenção dos designers.

Bancos para todos os estilos

Mais discreto do que uma cadeira, o banquinho pode multiplicar os assentos sem sobrecarregar o espa√ßo. Um ponto que leva os criadores a revisitar o g√™nero para se adaptar aos desejos e necessidades de todos. Em 1968, Henri Massenet desenha o banquinho tam-tam, leve e ergon√īmico, seu sucesso √© o primeiro em sua montaria que se desloca e cabe em 3 cliques. O banco do bar √© tamb√©m uma inova√ß√£o do s√©culo XX. Com a ascens√£o de bares americanos em nossos interiores, esse estilo de sentar muito alto ou pelo menos ajust√°vel em altura √© a √ļltima moda. Nos armaz√©ns industriais, as banquetas de a√ßo est√£o na moda. Mesmo hoje, eles s√£o adotados na casa como um aceno para os fabricantes dos anos 50. Mas a criatividade das fezes n√£o p√°ra por a√≠. Eles agora est√£o cobertos com pele, uma vers√£o brilhante e declinou em absolutamente todas as cores. Com essa escolha, √© imposs√≠vel n√£o encontrar um sapato a seus p√©s!

V√≠deo: INCR√ćVEL EXTERMINADOR DE BARATAS, TRA√áAS, FORMIGAS... ARM√ĀRIOS E GUARDA ROUPAS BEM CHEIROSOS!

Compartilhe Com Seus Amigos:
De fezes real para fezes multiuso
‚á° Em Cima